Mar 152009
 

A que ponto desceu o Flamengo! O clube passou cheques sem fundo para o zagueiro Rodrigo – que sequer jogou! Quebrou o braço e foi reserva de Ronaldo Angelim.

O Flamengo não paga o time de futebol, e também deve aos jogadores de basquete, que acabaram de vencer o Campeonato Sul-Americano. Três meses de salários atrasados! Que vergonha!

A dívida já ultrapassa os estratosféricos R$ 200 milhões. Como podem administrar tão mal o clube mais popular do Brasil? Márcio Braga, Kléber Leite e todos os inúmeros – e inúteis – vice-presidentes que se acumulam na Gávea, caindo aos pedaços!

Não temos estádio. O Ninho do Urubu possui apenas os campos – nada de concentração ou infra-estrutura. Ginásios? Remo? A ginástica quase fechou as portas – foi salva pela prefeitura de Niterói!

Nossos jogadores não pertencem ao Flamengo – estão fatiados entre grupos de investidores. Eles não treinam: Juan reclama quando precisa correr 40 minutos em torno do campo. Bruno xinga Andrade no treino.

Andrade! Andrade, Adílio, Zico, Tita, Nunes e Lico, o meio-campo e ataque da maior equipe que defendeu as cores rubro-negras! Cadê o respeito pela História?

Em campo, o time se arrasta. Hoje, empatou com o Tigres, no Maracanã! Antes, deu o vexame de perder para o Resende nas semifinais da Taça Guanabara.

Já a torcida arco-íris comemora. Vasco, apesar da garfada violenta do TJD – Eurico Miranda rules! – enfiou 4 a 1 no Botafogo, o qual não tem do que se queixar: está na decisão do Carioca depois de ganhar o primeiro turno. Fluminense trouxe Parreira, Thiago Neves e Fred (e muitas dívidas, provavelmente).

Mas lembro a vascaínos, botafoguenses e tricolores a frase que circula no RJ desde o campeonato brasileiro do ano passado:

Mode clichê on: Flamengo enverga mas não quebra! Saudações rubro-negras!

Related Posts with Thumbnails

Related Images:

 Leave a Reply

(required)

(required)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>