Jan 252006
 

A mostra dos melhores filmes de 2005, eleitos pela ACCRJ (Associção dos Críticos de Cinema do RJ) já começou, no CCBB.

Na verdade, eu deveria ter avisado onte,. Mas o filme de terça foi Ninguém Pode Saber (primeiro lugar para eles), e confesso não morrer de amores pelo garoto da mala de Kore-eda.

Não tenho a programação aqui – sai no jornal do dia, é só olhar -, e não me lembro de todos os filmes. Senti falta, quando vi a lista, de O Signo do Caos, melhor longa brasileiro a década, possivelmente (eu e minha ilusão de que Rogério Sganzerla conseguiria tal feito!).

Embora ainda faltem filmes que eu adoro – O Aviador, sobretudo -, a relação até que foi bem melhor que a dos anos anteriores. Há Menina de Ouro, Um Filme Falado, Marcas da Violência, A Fantástica Fábrica de Chocolate, A Noiva-Cadáver (e que bom ver ambos os Burton), Cinema, Aspirinas e Urubus, Cidade Baixa…

Não me lembrei de dois. Quais são?

Sobre a ACCRJ: não faço parte. É preciso ter seu nome indicado por algum membro e então aprovado pelos demais. O primeiro item jamais acontecerá, o que me poupa do fracasso líquido e certo de ser rejeitado pela massa votante.

E, bom, críticos têm para todos os gostos na ACCRJ… há os bons, e existem os ruins… qual a minoria e qual a maioria, acho que não preciso dizer…

Related Posts with Thumbnails

Related Images:

 Leave a Reply

(required)

(required)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>