Apr 092007
 

Comecei, ontem, a assistir aos filmes de Carl Dreyer que baixei pelo e-mule.

Decidi vê-los em ordem, assim o primeiro foi The Parson’s Widow, de 1920. Hoje, teria visto Mikael, se não tivesse descoberto que minha versão está com subtítulos em alemão. Ou acho legendas mais amigáveis, ou alugo o DVD, certamente desperdício de dinheiro.

Como pulei Mikael, o próximo da lista era The Master of the House, de 1925. Estava com legendas em espanhol, mas como foi ripado de uma cópia hiper-vagabunda de fita caseira, preferi deixar para depois também. Já eram duas da madrugada, afinal. Desse modo, por acaso, vi Vampyr, a maior diversão.

Agora, me preparo para os três que faltam: Dias de Ira, Ordet e Gertrud.
Está explicado por que parti do início: para chegar ao Olimpo cinematográfico, é bom começar de baixo.

Related Posts with Thumbnails

Related Images:

 Leave a Reply

(required)

(required)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>