Nov 092010
 

Difícil selecionar. Alguns favoritos não entraram, como Doutor Bull, Juiz Priest, Paixão dos Fortes, Legião Invencível, O Homem que Matou o Facínora. Mas são apenas 10.

Não contei A Batalha de Midway, December 7th e A Guerra Civil (episódio de A Conquista do Oeste). Seria impossível fechar a lista.

1. A Mocidade de Lincoln, 1939

John Ford cria diálogos entre os vivos e os mortos: Juiz Priest, Paixão dos Fortes, Legião Invencível. Em A Mocidade de Lincoln, se Nancy Hanks observa os passos do filho, Ann Rutledge o empurra para o Direito. Mais tarde, Abe as verá, refletidas, em Abigail Clay e Carrie Sue, mulheres simples e fortes, que suportam todas as provações.

2. Sangue de Herói, 1948

Sangue de Herói é a obra mais complexa de John Ford, embora não deixe de ser a refilmagem de A Queridinha da Vovô. Racismo, preconceitos sociais, rituais militares, construção de lendas se somam na versão não-oficial da Batalha de Little Big Horn: Custer se transforma em Owen Thursday (quiçá a maior personagem do cinema), e os Cheyennes dão lugar aos Apaches.

3. O Sol Brilha na Imensidão, 1953

“Ele nos salvou de nós mesmos”. William Priest, herói fordiano por excelência, que concilia os diferentes interesses da sociedade para mantê-la unida. Os EUA desfilam em frente à sua porta: fazendeiros, unionistas, confederados, mulheres beatas, prostitutas, cadetes… e negros – ainda escravos para os brancos, mas que Priest acolhe sob a lei e a justiça.

4. Caravana dos Bravos, 1950

Ben Johnson e Harry Carey Jr. levam a comunidade mórmom, através do deserto, para a “terra prometida”. No caminho, encontram trupe de artistas (que se desdobram em médico, barbeiro, prostitutas, charlatães) e a família Clegg, as serpentes do Paraíso. John Ford trabalha com arquétipos, como em Paixão dos Fortes – mas Caravana dos Bravos é ainda melhor.

5. Rastros de Ódio, 1956

Quando Ethan Edwards lhe conta que Lucy está morta, Brad Jorgensen apenas pergunta se os índios a estupraram. A idéia de que Debbie se tornou a esposa de Scar – e, pior, de que teve filhos comanches – atormenta John Wayne, que decide matá-la. Em Rastros de Ódio, o sexo se mistura ao racismo, pois o casamento entre brancos e índios, para a sociedade americana, é inaceitável.

6. Como Era Verde Meu Vale, 1941

O travelling, que se dirige para a janela e nos mostra o vale, desvenda as lembranças de Huw Morgan. O Tempo e a Memória. E John Ford nos coloca no ponto-de-vista da mais adorável e manipuladora personagem que o cinema já produziu.

7. O Aventureiro do Pacífico, 1963

A melhor comédia de Ford, que utiliza o humor anárquico para revelar o essencial: “é porque eu não sou branca”, nas palavras de Lelani. Sem contar Lee Marvin e o trem de brinquedo, deliciosa ironia com O Cavalo de Ferro e O Homem que Matou o Facínora.

8. Peregrinação, 1933

1939 é “ano milagroso” de John Ford (Ao Rufar dos Tambores, No Tempo das Diligências e A Mocidade de Lincoln). Mas, em 1933, houve também duas obras-primas: Doutor Bull (primeiro da série com Will Rogers) e Peregrinação. Hannah Jessop faz as pazes com a nora e o neto quando defende, na França, jovem casal que também sofre com a amor doentio de uma mãe.

9. Sete Mulheres, 1966

Como Cristo em Jerusalém, a Dra. Cartwright entra na missão americana em um burro. Contra o machismo, ela se veste e age como homem – sua androginia choca especialmente Agatha Andrews, que nutre sentimentos conflitantes pela jovem Emma. Para libertar as companheiras, a Dra. Cartwright realiza o maior dos sacrifícios e se prostitui a Tunga Khan.

10. Audazes e Malditos, 1960

Faroeste expressionista, com ousada narrativa em flashbacks, Audazes e Malditos resgata a história dos Buffalo Soldiers, primeiro regimento negro do exército norte-americano. Brilhante epílogo para a Trilogia da Cavalaria.

Related Posts with Thumbnails

Related Images:

 Leave a Reply

(required)

(required)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>