Feb 172011
 

Os britânicos foram até modestos: direção, roteiro adaptado e montagem para A Rede Social. O Discurso do Rei ganhou os BAFTAs principais – inclusive o de atriz coadjuvante, pura bondade – , mas perdeu os técnicos para Alice no País das Maravilhas e A Origem (do também inglês Christopher Nolan).

Tudo indica que Hollywood será mais realista que o rei. Só espero que Alexandre Desplat não vença trilha sonora.

Melhor filme: O Discurso do Rei

Melhor diretor: David Fincher (A Rede Social)

Melhor atriz: Natalie Portman (Cisne Negro)

Melhor ator: Colin Firth (O Discurso do Rei)

Melhor atriz coadjuvante: Helena Bonham Carter (O Discurso do Rei)

Melhor ator coadjuvante: Geoffrey Rush (O Discurso do Rei)

Melhor roteiro adaptado: Aaron Sorkin (A Rede Social)

Melhor roteiro original: David Seidler (O Discurso do Rei)

Melhor fotografia: Roger Deakins (Bravura Indômita)

Melhor filme britânico: O Discurso do Rei

Melhor estréia britânica: Chris Morris (Four Lions)

Melhor montagem: Angus Wall, Kirk Baxter (A Rede Social)

Melhor trilha original: Alexandre Desplat (O Discurso do Rei)

Melhor desenho do produção: Guy Hendrix Dyas, Larry Dias, Doug Mowat (A Origem)

Melhor figurino: Colleen Atwood (Alice no País das Maravilhas)

Melhor som: Richard King, Lora Hirschberg, Gary A Rizzo, Ed Novick (A Origem)

Melhores efeitos visuais: Corbould, Franklin, Lockley, Bebb (A Origem)

Melhor maquiagem: Valli O’Reilly, Paul (Alice no País das Maravilhas)

Melhor curta-metragem: Until the River Runs Red

Melhor curta de animação: The Eagleman Stag

Melhor filme em língua não inglesa: The Girl With the Dragon Tattoo

Melhor animação: Toy Story 3

Orange Wednesdays Rising Star Award: Tom Hardy

Related Posts with Thumbnails

Related Images:

 Leave a Reply

(required)

(required)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>