Jan 232008
 
Luto - Heath Ledger (1979 - 2008)

Heath Ledger morreu ontem, possivelmente vítima de overdose de comprimidos. Ainda estou chocado com a notícia. Confesso que, para mim, era apenas outro galã adolescente quando surgiu. Até que vi Os Reis de Dogtown, e mudei de opinião. Ledger está extraordinário como Skip, o “mecenas” daqueles jovens que, sem espaço no surfe, resolveram andar de skate pelas ruas da Califórnia, criando e difundindo uma nova cultura. O personagem malandro, paternal e desleixado do início que [...Continua...]

Oct 052007
 

Melhores e Piores do Festival do Rio. Lady Chatterley na cabeça, seguido pelo estranhíssimo Antes que o Diabo Saiba que Você Está Morto (que passa na repescagem, aliás…). Também houve espaço para Ang Lee entre os melhores. Lust Caution também não é nada nada digerível. Bizarra combinação de Douglas SIrk, Fritz Lang e sacanagem. Nos piores, o equatoriano A Qualquer Momento levou, mas o páreo foi duro: Elvis Pelvis, People, Smiley Face, Cidade em Cio… [...Continua...]

Sep 102007
 

Leão de Ouro (melhor filme): Se, Jie (Lust, Caution), de Ang Lee. Leão de prata (melhor direção): Brian De Palma, por Redacted. Prêmio Especial do Júri: La Graine et le Mulet, de Abdellatif Kechiche, e I’m Not There, de Todd Haynes. Melhor ator: Brad Pitt, por The Assasination of Jesse James by the Coward Robert Ford. Melhor atriz: Cate Blanchett, por I’m not There. Prêmio Marcello Mastroianni (ator/atriz revelação): Hafsia Herzi, por La Graine et [...Continua...]

Jul 272007
 

Competição: Atonement, de Joe Wright (filme de abertura) The Darjeeling Limited, de Wes Anderson Sleuth, de Kenneth Branagh Heya Fawda / Le Chaos, de Youssef Chahine Redacted, de Brian De Palma The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford, de Andrew Dominik Nessuna Qualità agli Eroi, de Paolo Franchi Michael Clayton, de Tony Gilroy Nightwatching, de Peter Greenaway En la Ciudad de Sylvia, de José Luis Guerin In the Valley of Elah, de [...Continua...]

Dec 302006
 

1. O Segredo de Brokeback Mountain, de Ang Lee 2. Os Infiltrados, de Martin Scorsese 3. Ponto Final, de Woody Allen 4. Caché, de Michael Haneke 5. Munique, de Steven Spielberg 6. Dália Negra, de Brian De Palma 7. O Novo Mundo, de Terrence Mallick 8. O Labirinto do Fauno, de Guillermo del Toro 9. O Plano Perfeito, de Spike Lee 10. Miami Vice, de Michael Mann

Dec 172006
 

1. O Segredo de Brokeback Mountain, de Ang Lee 2. Volver, de Pedro Almodóvar 3. Café da Manhã em Plutão, de Neil Jordan 4. A Dama de Honra, de Claude Chabrol 5. O Homem-Urso, de Werner Herzog 6. O Novo Mundo, de Terrence Malick 7. O Plano Perfeito, de Spike Lee 8. A Última Noite, de Robert Altman 9. Soy Cuba – O Mamute Siberiano, de Vicente Ferraz 10. Munique, de Steven Spielberg

Mar 052006
 

O Oscar é hoje. Além da habitual festa chata e insuportável que todos assistem amarradões e depois falam mal, há o agravante de os indicados deste ano serem um tanto xoxos demais. Nada de Scorsese X Eastwood, nada de Sofia Coppola e Bill Murray, nada de todo mundo torcendo o nariz contra O Senhor dos Anéis. Mas, pelo menos, mantém-se a tradição: o melhor não leva (Munique sobra na turma). Quem eu acho que ganha: [...Continua...]

Feb 162006
 

Vistos 4 dos indicados a melhor filme (e direção, já que todos fizeram a dobradinha), devo dizer que o melhor, para mim, é Munique. Estranho dizer que Spielberg fez o mais instigante e ousado entre os concorrentes, mas é verdade. Lamento profundamente que os votantes daquela josta não tenham se lembrado de Eric Bana e de Mathieu Almaric – ou dos demais coadjuvantes, que estão bem -, assim como da ótima fotografia de Janusz Kaminski. [...Continua...]

Feb 092006
 

Siempre que te pregunto Que, cuándo, cómo y dónde Tú siempre me respondes Quizás, quizás, quizás Y así pasan los días Y yo, desesperando Y tú, tú contestando Quizás, quizás, quizás Estás perdiendo el tiempo Pensando, pensando Por lo que más tú quieras ¿Hasta cuándo? ¿Hasta cuándo? Y así pasan los días Y yo, desesperando Y tú, tú contestando Quizás, quizás, quizás Estás perdiendo el tiempo Pensando, pensando Por lo que más tú quieras ¿Hasta [...Continua...]