Aug 152010
 
Yasujiro Ozu

Prossegue no CCBB, até 22 de agosto, a mostra Yasujiro Ozu. Amanhã verei Uma Galinha no Vento e, se der tempo, Os Irmãos da Família Toda. Também faltam Começo de Primavera, Ervas Flutuantes, Uma História de Ervas Flutuantes, A Delinquente e Onde Estão os Sonhos de Juventude? Cotações para os que vi. Reparem que, da fase final de Ozu (a partir de Pai e Filha), só As Irmãs Munekata não é obra-prima. – Dias de [...Continua...]

Dec 222009
 
Horror no Cinema Brasileiro

Fim de ano, terror brasileiro no CCBB carioca. Imperdível. José Mojica Marins, Jean Garrett, Carlos Hugo Christensen, Moacyr Fenelon, Luiz de Barros, Elyseu Visconti, Ivan Cardoso, entre outros. Dia 22/12 (terça) 15h – O Jovem Tataravô (1936), de Luiz de Barros 17h – Fantasma por Acaso (1946), de Moacyr Fenelon 19h – Veneno (1952), de Gianni Pons Dia 23/12 (quarta): 15h – À Meia Noite Levarei Sua Alma (1964), de José Mojica Marins 17h – [...Continua...]

Dec 092009
 
Cinema da Geórgia: Um Século de Filmes

ATUALIZAÇÃO: Os horários que postei anteriormente estavam incorretos. Já os consertei! Começou hoje, e prossegue até dia 20/12, a mostra Cinema da Geórgia: Um Século de Filmes. São 12 filmes raríssimos, de diretores como Mikhail Kalatozov, Otar Ioseliani e Sergei Paradjanov – 10 em película! País com menos de cinco milhões de habitantes, a Geórgia atravessou o século XX sob o jugo soviético. O regime comunista perseguiu os principais cineastas georgianos (Kalatozov e Ioseliani se [...Continua...]

Nov 242009
 
Woody Allen

Entra na última semana no RJ – e na segunda em São Paulo – a mostra A Elegância de Woody Allen, nos CCBBs de lá e de cá, com a retrospectiva completa do cineasta (todos os filmes em película). Confesso que não tive paciência para me estapear por ingressos e encarar sessões lotadas. Woody Allen, com todo respeito, não merece a deferência de madrugar na fila do CCBB (como Jean Rouch, por quem já fiz). [...Continua...]

Oct 262009
 
Fassbinder - Top 10

Última semana da retrospectiva Fassbinder no CCBB. Pela segunda vez, assisto a Berlin Alexanderplatz em película, agora em 35mm – há dez anos, vi em 16mm. Fassbinder dirigiu 43 filmes em 16 anos de carreira, do curta O Vagabundo, em 1966, até Querelle, em 1982. Alcançou a incrível marca de cinco longas-metragens em 1970 e 1971! Dos 29 que já conferi, meus favoritos: 1. Berlin Alexanderplatz, 1980 2. O Desespero de Veronika Voss, 1982 3. [...Continua...]