Apr 152006
 

Meio em cima da hora, mas… vamos lá: Cinemateca do MAM, 16h, As Armas da Floresta, de Jonas Mekas. Novamente MAM, 18h, Persona, de Ingmar Bergman. No Odeon, 19h50, Othello, de Orson Welles. Na sala de vídeo do CCBB, 16h30, A História de Uma Prostituta e, às 18h30, Tóquio Violenta, de Seijun Suzuki. Agora, é escolher. Related Images:

Apr 042006
 

Bom, já que recebi… por que não passar adiante? Como nunca vi um filme do Suzuki, não sei se presta ou se só fala besteira… Como nos espaços comprados na televisão: o programa a seguir é de responsabilidade de seus realizadores, tenho nada a ver com ele! Seijun Suzuki – O coreógrafo da violência Quando se fala no cinema produzido no Japão, logo vem à mente o nome de mestres como Kurosawa, Ozu, Misoguchi, Takeshi [...Continua...]

Apr 042006
 

04, terça 16h30 – Ghost Dog, de Jim Jarmusch 18h30 – Detetive Bureau 2-3, de Seijun Suzuki 05, quarta 16h30 – Brother, de Takeshi Kitano 18h30 – A Juventude da Besta, de Seijun Suzuki 06, quinta 16h30 – Anjos Caídos, de Wong Kar-Wai 18h30 – Barreira de Carne, de Seijun Suzuki 07, sexta 16h30 – O Clã das Adagas Voadoras, de Zhang Yimou 18h30 – História de Uma Prostituta, de Seijun Suzuki 08, sábado 16h30 [...Continua...]

Apr 012006
 

De 4 a 16 de abril, acontecerá retrospectiva com oito filmes de Seijun Suzuki no CCBB-RJ. Como nem tudo é perfeito, na sala de vídeo. Mesclado aos filmes de Suzuki, obras de cineastas por ele influenciados, como Wong Kar-Wai, Zhang Yimou, entre outros. Por exemplo: o tema de Yumeji, popularizado por Amor à Flor da Pele (sim, a música é essa mesma que você está pensando), de autoria de Shigeru Umebayashi, foi tirado de Suzuki. [...Continua...]

Mar 032006
 

Dia espartano no CCBB. 12h45, Destinos Sentimentais. 16h, folga (Bully não é para ver). 18h, Passagem Azul, de que andam falando muito bem. 20h, Taurus, e um bem possível cochilo no meio da sessão. Agora, sobre a Cinemateca do MAM. Programaram uma mostra sobre o cinema francês antes da nouvelle vague. Beleza. Belos filmes, como Os Visitantes da Noite, Por Ternura Também Se Mata (René Clair, mesmo horário de O Nascimento de Uma Nação! – [...Continua...]

Mar 032006
 

Hoje, na Maratona Odeon, passa Bonecas Russas, de Cedric Kaplisch. Ou seja: façam outra coisa qualquer. A menos que gostem de Kaplisch, de Albergue Espanhol e de Audrey Tatou. Mas, sinceramente: vocês estão lendo o blogue errado. Bem melhor é ver Plataforma no CCBB, às 20h, sábado (infelizmente, bate horário com Griffith – escolher entre). O filme que, para mim, rivaliza com Vai e Vem (de João César Monteiro) pelo título de melhor da década. [...Continua...]

Feb 222006
 

Dizer que a maioria dos filmes é imperdível acaba sendo óbvio. Grandes destaques são Plataforma, Destinos Sentimentais, Dez e ABC África. Já ouvi falarem bem de Bolívia, e há ainda Neste Mundo (Urso de Ouro para Winterbottom) e os sempre polêmicos Sokurov e Larry Clark. A mostra começou ontem, mas só consegui ver a programação agora há pouco. No site do CCBB, só informam até 26 de fevereiro, embora conste que os inéditos continuam até [...Continua...]

Feb 062006
 

Antes tarde do que nunca: Semana passada, morreu Nam June Paik, aos 73 anos. Há dois ou três anos o CCBB trouxe a exposição Fluxus, com a qual pude travar contato com a obra de Paik. Na verdade, havia um fosse entre Paik e os demais artistas que aderiram ao Fluxus. Para mim, enquanto o coreano era maravilhoso, os demais eram um lixo só – e a senhora John Lennon se inclui entre eles. Lembro-me [...Continua...]

Jan 032006
 

Começa hoje, no CCBB do RJ, a mostra quase completa com os filmes de dois dos mais importantes realizadores argentinos contemporâneos, Alejandro Agresti e Adolfo Aristarain. A retrospectiva se estende até dia 15. Eu mesmo nunca vi obras de nenhum dos dois, embora o último Agresti, Um Mundo Menos Pior, tenha passado no Festival do Rio (eu ia ver, mas foi no mesmo dia de O Espelho Mágico – e depois do Manoel não dava [...Continua...]