Aug 192006
 

Sexta, 18/08 17h00 – SHLOMI, (Ha Kochavim Shel Shlomi) de Shemi Zarhin. Com Oshri Cohen, Arieh Elias, Esti Zakheim, Aya Steinovitz. Alemanha/Israel, 2003, 94′ Indicado a 12 prêmios pela Academia de Cinema de Israel: Melhor Filme, Diretor, Ator (Cohen), Atriz (Zakheim); Ator Coadj (Elias), Atriz Coadj (Steinovitz), Roteiro, Fotografia, Montagem, Som, Musica, Figurinos. Melhor Filme pelo Público dos Festivais de Valladolid e Judeu de San Diego. Sábado, 19/08 19h00 – ENTES QUERIDOS, (Seres Queridos) de [...Continua...]

Aug 052006
 
Especial Joris Ivens

Joris Ivens (1898 – 1989) figura entre os mais importantes documentaristas de todo cinema. No entanto, só agora ele foi laçado em DVD no Brasil – Regen (A Chuva), provavelmente sua obra mais conhecida. Para aqueles que possuem internet, é possível assistir a vários outros filmes de Ivens. Desde The Bridge, o terceiro que realizou, passando por Borinage, Terra Espanhola, 400 Million. Abaixo, teço alguns comentários sobre quatro deles: The Bridge, 1928 Notável, em The [...Continua...]

Jun 082006
 
O Homem Urso

O Homem Urso, 2005, de Werner Herzog Revi O Homem Urso hoje e o filme melhorou. Como suspeitava, parte da minha implicância era com a tosqueira da imagem em DVD que o É Tudo Verdade exibiu. Em película, bonito (e Herzog NECESSITA da beleza), é outra coisa. Continuo não gostando da cena do áudio, e da narração do diretor, que quer a todo custo desmentir Treadwell. O incômodo de Herzog com a diferença de visão [...Continua...]

May 082006
 

Eu baixei Burden of Dreams, o documentário que Les Rank fez sobre as filmagens de Fitzcarraldo. Ainda não consegui vê-lo, por problemas de legenda. Parte dele é falado em alemão, o que complica. Mas, pesquisando no IMDB, descubro uma pérola de Werner Herzog presente no filme: “Without dreams we would be cows in a field, and I don’t want to live like that. I live my life or I end my life with this project”. [...Continua...]

Apr 112006
 

“O quinto anjo tocou a trombeta, e vi uma estrela caída do céu sobre a terra, e foi-lhe dada a chave do poço do abismo; e subiu uma fumaça do poço, como fumaça de uma grande fornalha, e escureceu-se o sol e o ar com fumaça do poço. Da fumaça do poço saíram gafanhotos para a terra, e foi-lhes dado poder, como o poder que têm os escorpiões da terra. Foi-lhes ordenado que não fizessem [...Continua...]

Mar 302006
 

É Tudo Verdade acabando. Algumas dicas: Hoje, quinta-feira, 13h, no CCBB: Cinco Dias, de Yoav Shamir. Ano passado, ele trouxe o muito bom Checkpoint. Vale dar uma conferida neste novo trabalho. Depois, 15h30, Odeon, último Herzog: O Diamante Branco. Eduardo Valente gosta bastante (na verdade, domingo o CCBB reprisa Fata Morgana, O Grande Êxtase do Entalhador Steiner, O Pequeno Dieter Precisa Voar e Além do Infinito Azul, enquanto o Memorial Getúlio Vargas ataca de O [...Continua...]

Mar 292006
 

Pensem em Fata Morgana (aqueles que o assistiram, claro) elevado à enésima potência. O resultado é Lições da Escuridão, mais belo e perturbador dos documentários de Werner Herzog vistos até agora. “Oficialmente”, Herzog filma a destruição causada pela primeira Guerra do Golfo e os combates aos incêndios nos campos de petróleo. Material, claro, para mais uma de suas parábolas para a ação predatória do homem, sobre a loucura que se abate sobre todos nós e [...Continua...]

Mar 232006
 
Além do Infinito Azul

Além do Infinito Azul, 2005, de Werner Herzog A crítica acima foi escrita para a Mostra SP. Feita durante uma madrugada vadia, completamente deprimido, num laptop que podia travar a qualquer momento e com um frio dos diabos. Apesar dos pesares, ficou surpreendentemente boa. Ela deveria ter saído ainda durante o Festival do RJ, junto com a de O Homem-Urso. Mas O Homem-Urso não passou, e Além do Infinito Azul acabou arquivada. Não por muito [...Continua...]

Mar 232006
 

O grande atrativo, claro, é a retrospectiva com os documentários de Werner Herzog. Desde que acompanho mostras e festivais com proximidade e afinco (1999), é a primeira vez que a maioria dos filmes passa no RJ, com exceção de Além do Infinito Azul e Meu Melhor Inimigo. Sem contar, claro, a pré-estréia de O Homem Urso, eleito pela Cahiers du Cinema um dos dez melhores filmes de 2005. 25/mar Sábado 15h30 – Retrospectiva Internacional – [...Continua...]