Feb 052008
 
Troca da Guarda

We’ll meet again, don’t know when, don’t know where… Na última semana, precisei – por ordens médicas – alterar as dosagens dos anti-depressivos. Nada mais de Efexor para mim. Resultados: dor de cabeça, enjôo, tontura (ou tonteira?). E a incrível vontade de enfiar a cabeça dentro do forno. Related Images:

Jan 012007
 
O Grande Ditador

Assisti, semana passada no History Channel, a Augusto – O Imperador, mini-série sobre Otávio, primeiro imperador romano. Produção da RAI: muita cafonice, grandiloqüência, atrizes lindas e péssimas, dublagem fora de sincronia, Peter O’Toole no papel principal para emprestar certa nobreza e relevância à bobagem (curiosidade: em Calígula, de Tinto Brass, O’Toole interpretou Tibério!). Embora de baixo nível técnico, artístico, histórico, etc, a mini-série não foge ao esteriótipo forjado acerca de Roma: qualquer filme hollywoodiano que [...Continua...]

Dec 302006
 

A foto da semana é de O Grande Ditador (The Great Dictator, 1940), de Charles Chaplin. Adenoid Hynkel – que nome para um canalha! – brincando com o globo terreste. Aproveito, claro, a notícia de que Saddam Hussein foi para o varal. E de que não volta mais. Está no inferno fazendo companhia ao Pinochet. Aliás, nunca South Park pareceu tão apropriado quanto agora. O texto sai amanhã. Prometo. Enquanto isso, divirtam-se com a música [...Continua...]

Aug 292006
 

Qual seu Kubrick favorito? 1. Glória Feita de Sangue – 2 votos (3%) 2. Spartacus – 3 votos (4%) 3. Lolita – 2 votos (3%) 4. Doutor Fantástico – 4 votos (5%) 5. 2001 – 18 votos (23%) 6. Laranja Mecânica – 12 votos (16%) 7. Barry Lyndon – 20 votos (26%) 8. O Iluminado – 8 votos (10%) 9. Nascido para Matar – 2 votos (3%) 10. De Olhos Bem Fechados – 6 votos [...Continua...]

Mar 192006
 

Odeon, domingo, 17h20: My Fair Lady. Amo de paixão. Embora ache que Stanley Kubrick deveria ter ganhado Oscars de filme, direção e de roteiro ao longo da carreira, os de 1964 ficaram muito bem entregues ao filmaço de George Cukor, realmente melhor que Doutor Fantástico. E Doutor Fantástico, para mim, também é obra-prima, vejam bem! Outra opção é MAM, 18h, O Diabo Manco, de Sacha Guitry. Nunca assisti a nada dele (falha imperdoável, pois entre [...Continua...]