Jun 292009
 

Começa amanhã o colóquio internacional Cinema, Tecnologia e Percepção – Novos Diálogos, na Cinemateca do MAM. Ainda dá tempo para se inscrever (no link ao lado), de graça. Estarei lá, pelo menos para ver os debates que não sejam chatos demais. Os temas já me interessaram – hoje, prefiro a História do cinema, os clássicos. Danem-se as pós-mídias, caminhos fáceis para mestrados e doutorados em comunicação! Voltemos a John Ford, Howard Hawks, King Vidor, Alan [...Continua...]

Jun 202009
 
Carlos Hugo Christensen

Lamentável a mini-retrospectica de Carlos Hugo Christensen (1914 -1999), que começou ontem e se encerra domingo, na Cinemateca do MAM. O Cinesul trouxe apenas cinco filmes, da fase argentina do cineasta, todos em DVD. Para não me acusarem de má vontade, lembro que o MAM possui cópias de Crônica da Cidade Amada, O Menino e o Vento, A Morte Transparente, Anjos e Demônios e A Intrusa, pelo menos. E a desculpa de que o Cinesul [...Continua...]

May 222009
 
Soviéticos no MAM

Fim de semana com ficção científica soviética na Cinemateca do MAM. Destaque seria Solaris – não fosse em DVD! Cinematecas não apenas preservam filmes, como também os exibem. A do MAM melhorou consideravelmente na primeira função (depois da reforma que sofreu há dois ou três anos), mas continua vexatória na segunda. Os filmes são os mesmos, todos os anos. Já perdi a conta de quantas vezes as ficções científicas soviéticas foram exibidas! As cópias caem [...Continua...]

Feb 292008
 

Em março a Cinemateca apresenta uma mostra de filmes brasileiros pouco vistos; desde obras não muito conhecidas de grandes cineastas como Nelson Pereira dos Santos, Leon Hirszman, Eduardo Escorel, Alex Viany, Eduardo Coutinho, Carlos Reichenbach, etc, até filmes jamais lançados comercialmente no país, como Hitler Terceiro Mundo de José Agripino de Paula e Nativa Solitária de Rômulo Person. A retrospectiva traz obras únicas de diretores como Antunes Filho e Henfil, que só realizaram um filme [...Continua...]

Oct 152007
 

Alexander Kluge no MAM. A partir desta quarta, na Cinemateca do MAM, e até final de outubro, retrospectiva comemorando os 75 anos do alemão Alexander Kluge, o único de seus contemporâneos que Fassbinder respeitava. Fácil fácil a melhor mostra do ano, já que seus filmes pouco circulam. Eu só vi dois: No Perigo e na Penúria o Meio Termo Leva à Morte e o maravilhoso O Poder dos Sentimentos, que tem uma das frases mais [...Continua...]

Sep 072007
 

Começou semana passada a retrospectiva de produções da Mosfilm no MAM. Embora prevaleçam os filmes de Karen Shakhnazarov – excelente oportunidade para conhecer -, os destaques são os suspeitos usuais: Andrei Rublev e Stalker, talvez as maiores obras-primas de Tarkovski (no caso de Stalker, com certeza a melhor), e A Agonia, de Elem Klimov, conhecido no Brasil apenas pelo sublime Vá e Veja. De brinde, sessão latina com Que Viva México!. A programação, gratuita e [...Continua...]

Aug 012007
 

Na Maison de France, 6 de agosto (segunda-feira), homenagem a Michel Serrault: 18h – Cidadão Sob Custódia (Garde à Vue), 1981, de Claude Miller. 20h – Negócios à Parte (Rien Ne Va Plus), 1997, de Claude Chabrol. A Cinemateca do MAM poderia exibir Bergman e Antonioni também, para aproveitar. Só peço que variem o repertório, pois não agüento mais: a) Profissão Repórter, As Amigas e A Noite (Antonioni); b) Morangos Silvestres, O Sétimo Selo, Prisão [...Continua...]