Sep 112008
 
Top 10 – Alain Resnais

1. Mélo, 1986 2. Na Boca, Não, 2003 3. Morrer de Amor, 1984 4. Muriel, 1963 5. O Ano Passado em Marienbad, 1961 6. Medos Privados em Lugares Públicos, 2006 7. A Guerra Acabou, 1966 8. A Vida É Um Romance, 1983 9. Meu Tio da América, 1980 10. Hiroshima Meu Amor, 1959 Infelizmente, perdi Somoking / No Smoking e Stavisky na retrospectiva do cineasta – o segundo (ou terceiro?), a bem da verdade, assisti [...Continua...]

Jan 112008
 

1. Medos Privados em Lugares Públicos, de Alain Resnais 2. Jogo de Cena, de Eduardo Coutinho 3. Baixio das Bestas, de Cláudio Assis 4. A Comédia do Poder, de Claude Chabrol 5. Scoop, O Grande Furo, de Woody Allen 6. Crimes de Autor, de Claude Lelouch 7. O Cheiro do Ralo, de Heitor Dhalia 8. Império dos Sonhos, de David Lynch 9. Pecados Íntimos, de Todd Field 10. À Procura da Felicidade, de Gabrielle Muccino [...Continua...]

Aug 172007
 
Veneza, Eu Te Amo

Still Life, 2006, de Jia Zhang-Ke. Se não fosse brilhante, mas tivesse apenas esta cena, já seria o melhor filme do ano. Parabéns ao júri do Festival de Veneza, que conferiu o Leão de Ouro a Still Life (e o prêmio de direção a Alain Resnais, por Medos Privados em Lugares Públicos). Escolhas acertadíssimas, que resgatam anos de decisões infelizes, incluindo as de Cannes e as de Berlim. Related Images:

Aug 072007
 

1. Coeurs (Alain Resnais) e Le Soleil (Aleksandr Sokurov) 3. The Host (Bong Joon-ho) 4. Lady Chatterley (Pascale Ferran) 5. Un Couple Parfait (Nobuhiro Suwa) 6. Ces Rencontres Avec Eux (Danièle Huillet & Jean-Marie Straub), The Lady in the Water (M. Night Shyamalan) e Capote (Bennett Miller) 9. The Departed (Martin Scorsese) 10. Flags of Our Fathers (Clint Eastwood) e The New World (Terrence Malick) Lista curiosa. Ver O Sol, de Sokurov, empatado com Resnais [...Continua...]

Sep 092006
 

Ok, Jia Zhang-ke ganhou Veneza. Beleza. Mas não me digam que foi ousadia. Zhang-ke há tempos era a bola da vez. Ele já poderia ter levado com O Mundo, sem contar que Veneza é particularmente receptivo com o cinema oriental. Direção para Resnais. Ele também ganhou o mesmo prêmio (ou segundo prêmio, enfim), em Berlim, em 1997. Já virou quase um feudo para o cineasta, melhor direção. Revelação para Emmanuele Crialese. Bom, mais que óbvio. [...Continua...]