Dec 102007
 

Dois detalhes sobre a premiação do LAFCA, que podem ser vistos no site http://www.lafca.net/news.html: This year’s awards ceremony will be dedicated to the memory of the late Robert Altman, Michelangelo Antonioni, Ingmar Bergman, Ousmane Sembene and Edward Yang. INDEPENDENT/EXPERIMENTAL : “Colossal Youth” directed by Pedro Costa. Olha, há críticos no Brasil que desconhecem Edward Yang e Ousmane Sembene… E que também detestam Juventude em Marcha, título original de Colossal Youth. Related Images:

Aug 012007
 

Na Maison de France, 6 de agosto (segunda-feira), homenagem a Michel Serrault: 18h – Cidadão Sob Custódia (Garde à Vue), 1981, de Claude Miller. 20h – Negócios à Parte (Rien Ne Va Plus), 1997, de Claude Chabrol. A Cinemateca do MAM poderia exibir Bergman e Antonioni também, para aproveitar. Só peço que variem o repertório, pois não agüento mais: a) Profissão Repórter, As Amigas e A Noite (Antonioni); b) Morangos Silvestres, O Sétimo Selo, Prisão [...Continua...]

Jul 312007
 
Luto - Michelangelo Antonioni (1912 - 2007)

Zabriskie Point, 1970, de Michelangelo Antonioni. Ainda não tive tempo de escrever sobre Michel Serrault, e descubro que Antonioni também morreu! Pela madrugada… Coloco aqui dois textos sobre Antonioni, dos quais concordo, embora apresentem visões completamente diferentes: “Não gosto de me alongar nas coisas. Um dos motivos de me entediar tanto com Antonioni – aquela coisa de achar que uma boa tomada vai ficar melhor ainda se você continuar olhando para ela. Ele lhe dá [...Continua...]

Jun 022006
 

Roma, de Adolfo Aristarain, é um belo filme. Infelizmente, talvez até saia do circuito. Depois escrevo mais sobre ele, e sobre a elegância da câmera do argentino (em tempos de travellings brucutus – quem viu Araguaya sabe do que estou falando – é verdadeiro maná no deserto). Mas o que quero falar agora é a homenagem que ele presta a John Ford. Lá pelas tantas, Joaco, o herói, leva os amigos para ver As Vinhas [...Continua...]

Jan 222006
 

Raphael Mesquita escolheu O Grito (Il Grido, 1957, de Michelangelo Antonioni) como a foto da semana. Sobre o filme, Raphael diz: “A odisséia de um homem apaixonado, que trás consigo todo sofrimento da decepção amorosa. Quando não se tem mais a mulher amada, o mundo deixa de fazer sentido, e só resta vagar por ele. Aldo, se num primeiro momento procura seu amor em outros braços femininos, num segundo momento descobre que, na verdade, está [...Continua...]